fbpx

SCRIPTS CERTOS em ambientes ERRADOS…

By josue | SQL

Anteriormente, vimos como evitar update sem where, mitigando o risco de executarmos um script errado em qualquer ambiente.

Hoje veremos 4 formas de evitar a execução de scripts corretos, porém no ambiente errado! Por exemplo: executar um script de teste no ambiente de produção – ninguém quer isso acontecendo… certo?

#1 – Confira onde você está conectado

Se existe a possibilidade de executar um comando errado, esse risco sempre vai estar coladinho em você!

Para evita-lo, antes de executar qualquer script, sempre confira na barra de status onde você está conectado! Esse hábito é a primeira barreira de defesa para quem quer evitar rodar scripts em ambientes errados:

Confira onde você está conectado - Evite scripts em ambientes errados

Confira onde você está conectado - Evite scripts em ambientes errados

#2 – Mude a cor da barra de status da conexão

Quando estiver em um ambiente importante, mude a cor da barra de status para que ela fique mais chamativa. Assim, mesmo em meio a correria de um dia de trabalho, vai ser mais fácil se manter atento ao ambiente em que se está antes de executar qualquer script.

Existem duas maneiras de colocarmos cor na barra de status:

1) Maneira 1

Para trocar a cor pela “maneira 1”, faça o seguinte:

  • Abra o SQL Server Management Studio, selecione uma conexão. Neste exemplo, o “SQL de produção”

Mude a cor da barra de status da conexão - Evite scripts em ambientes errados

Faça parte da lista VIP de amigos!

Fique por dentro das novidades, abertura de turmas, tenha acesso a conteúdos exclusivos e promoções! 

  • Depois, selecione Options e na aba Connection Properties, marque a caixa de seleção Use custom color. Então, clique no botão Select para escolher a cor. escolha uma cor chamativa para dar destaque em relação às outras imagens da tela:

Mude a cor da barra de status da conexão

  • Após essa configuração, clique em Connect e está pronto. Quando abrir uma nova query, a barra de status vai estar da cor escolhida.

Mude a cor da barra de status da conexão

Atenção: A cor escolhida se aplicará somente a conexão que você configurou, e é possível usar uma cor diferente para cada conexão.

2) Maneira 2

A segunda forma de colorir a barra de status é usar “servidores registrados”. A vantagem é que não é necessário fazer configuração de cor cada vez que quiser abrir uma conexão no Management Studio.

Para configurar o servidor registrado faça o seguinte:

  • Vá até o Menu View e escolha a opção Registerred Servers;

Mude a cor da barra de status da conexão - Evite scripts em ambientes errados

  • Clique com o botão direito em Local Server Groups, para cadastrar um novo servidor, e então, com o botão esquerdo, em New Server Registration;

Mude a cor da barra de status da conexão

  • Na janela New Server Registration, selecione o servidor desejado em Server name e então clique na aba Connection Properties;

Mude a cor da barra de status da conexão

  • Na aba Connection Properties, marque a caixa de seleção Use custom color e clique no botão Select para escolher a cor que quiser;

Mude a cor da barra de status da conexão

  • Com a cor selecionada, clique em Connect e está pronto. A barra de status vai estar da cor escolhida.

#3 – Mude a posição da barra de status da conexão

Outra dica é mudar a posição da barra de status, destacando ainda mais a “cor diferenciada” que você configurou.

Para fazer isso faça o seguinte:

  • Vá ao Menu Tools e clique em Options;

Mude a posição da barra de status da conexão - Evite scripts em ambientes errados

  • Expanda a opção Text Editor, e selecione a opção Editor Tab and Status Bar;

Mude a posição da barra de status da conexão

  • Vá até a opção Status bar location e altere de acordo com sua preferência. Bottom, para que a barra apareça abaixo na tela. Top para que a barra apareça acima na tela;

Mude a posição da barra de status da conexão

  • Clique em OK e, daí em diante, sempre que abrir novas conexões, a barra estará no local selecionado.

Mude a posição da barra de status da conexão

#4 – Evite usar contas com acesso administrativo

Mesmo que você se acostume a verificar o ambiente antes de executar um script, na correria do dia a dia, acidentes podem acontecer mesmo com pessoas experientes.

Por essa razão, “não ter acesso” ao ambiente produtivo é a proteção mais segura para evitar a execução scripts em ambientes errados…

Mas Josué, como assim? Eu sou o administrador e não terei acesso?

Não é bem assim, você terá acesso, porém usará 2 usuários:

  • Um dos usuários não terá acesso administrativo, ele servirá apenas para executar consultas do dia a dia em produção;
  • O outro usuário terá acesso administrativo, e será usado somente quando você for de fato executar as tarefas que dependem de acesso administrativo.

Por exemplo: você pode ter um usuário autenticado pelo Windows (com acesso administrativo), e outro autenticado via SQL (com acesso somente leitura).

DICA:

Para verificar as permissões de cada usuário, faça o seguinte:

  • Em Object Explorer, expanda Security e, em seguida, Logins onde haverá uma lista de usuários existentes;

Evite usar conta com acesso administrativo - Evite scripts em ambientes errados

  • Para verificar o tipo de acesso de cada usuário, selecione o usuário com duplo clique e, na janela, selecione a tab Server Roles no menu que irá mostrar as permissões;

Evite usar conta com acesso administrativo

  • Um usuário “não administrativo”, em geral é marcado apenas como public;

Evite usar conta com acesso administrativo

  • Para identificar as permissões individuais fornecidas em um banco de dados específico vá até a tab User Mapping:

Evite usar conta com acesso administrativo

Conclusão

A execução de scripts em ambientes errados por engano é algo que já ví ocorrendo com pessoas bastante experientes…

Sendo assim, a solução para “não virarmos mais uma fatalidade” está em se manter atento e tornar cotidiano o uso dessas 3 dicas:

  1. Sempre confira onde você está conectado antes de executar um comando
  2. Mude a cor e o posicionamento da barra de status da conexão quando estiver em um ambiente importante
  3. Não utilize um usuário com acesso administrativo no seu dia a dia

Espero que você também tenha gostado do artigo.

Abraço do seu amigo Josué

Follow

About the Author

Oi, aqui é o Josué. Sou o criador do site dba-pro.com. Minha missão é ajudar pessoas a usarem o potencial do SQL Server em suas profissões, para que trabalhem felizes e bem remuneradas. Sou consultor e empreendedor, atuando em empresas desde 2000 e dando aulas desde 2004. Adoro SQL, Excel, automatização de processos, finanças e Coaching. Quando não estou trabalhando ou estudando, gosto de leitura, games para PC, filmes, séries e conversas estimulantes.